A Rede COCOGUM no Brasil

UNM- Administração – Apoio Social – Educação Ofir

ORGANIZAÇÃO COCOGUM - COCOGUM-BRASIL

Coordenadora - EMPRODEM

Unidade de Negocio Administração - Apoio Social

Educação - Modelo OFIR

Educação Modelo OFIR

COCOGUM Brasil, Integração = Solução

Educação Modelo OFIR

Realidades

A educação dos jovens tem sido gradualmente desviada e usurpada pela exclusão dos pais e pela transformação dos professores em militantes políticos, tudo isso é obra do sistema econômico que nos domina e que fez da educação meio de dominação, impõe o que E como se deve saber, eles nos limitam o conhecimento à sua conveniência, sem exageros, é aí onde começam os nossos males. A educação deve atender aos 3 aspectos da vitalidade humana, mente, corpo e alma, ensinar a pensar transmitindo conhecimentos e conhecer a história, desenvolver o corpo com exercício e incutir aqueles princípios e valores que marcam a possibilidade de coexistência. Como é evidente, hoje os professores ensinam o “Progressismo” como única verdade, consideram “Retrógrado” ou “Fascismo Conservador” a todos aqueles que são contra o aborto ou a promiscuidade sexual, incitam os jovens a perder o respeito por os mais velhos e para menosprezar a família, com isso, os jovens têm objetivos limitados, não vão além de dominar o jogo da moda ou serem reconhecidos nas redes sociais, o exercício físico é coisa do passado e a comunicação com a família é refere-se apenas ao atendimento de necessidades que eles consideram obrigatórias

Educação com o Modelo OFIR

MODELO OFIR DE EDUCAÇÃO

O mais interessante é que a rotina da vida cotidiana exige uma democratização do conhecimento, a globalização das comunicações destruiram a tiranía economica basada no conhecimento, implica uma proliferação do conhecimento global, um entendimento humano cuja base é entender antes de rejeitar ou condenar.

Internet abriu o caminho para a humanização da coexistência entre as nações, não há mais gigantes dominantes indestrutíveis, não há mitos econômicos, não há barreiras lógicas para a aquisição de conhecimento, por essa razão os multimilionários proprietários dessas fortunas feitas com a tiranía desse conhecimento nos séculos passados, quando eles dominaram as universidades e com o seu dinheiro e influência se apoderaron do seu controle, determinando as verdades e laudos dos institutos científicos que concedem patentes e que com elas movem o mundo, decidiram impor o Globalismo Progressista, um mundo sem fronteiras, sem principios nem valores obediente do seu poder.

Esse antecedente obriga a uma necessária mudança, o desenvolvimento de uma nova ética para as relações interpessoais, com uma nova educação que faça a diferença entre o sistema atual, no qual o processo educacional é realizado de maneira mais intelectual e subjetiva, em que a capacidade real do indivíduo de alcançar o triunfo de ser considerado “profissional” está condicionada à sua capacidade econômica (que faz a diferença entre classes sociais), restringindo sua área de ação a uma área limitada de conhecimento adquirido.

Nossa atual estrutura econômica recompensa e exige o advento de “Magisters”, “Ph. D. ”ou“ Especialistas ”, não por causa de seu conhecimento abrangente, mas por causa do prestígio da instituição em que o diploma foi recebido, transformando essas realizações em uma forma que exclui o conhecimento, onde não são ensinadas a ser uma pessoa melhor, ensinada ou costumada indica a maneira de manter ou liderar uma arte ou uma ciência, como propriedade exclusiva desse círculo formado pela classe dominante nessas prestigiosas instituições educacionais, independentemente de nossa condição de seres humanos racionais.

As posições intermediárias são desempenhadas por profissionais “medíocres” que se traduzem em realidade: são aqueles que não podem pagar “Harvard” e não importam sua capacidade analítica, iniciativa ou conhecimento. Diante dessa perspectiva desanimadora, o problema é o seguinte: nas universidades e nos centros de ensino superior, existem muitos profissionais, principalmente medíocres, porque não vão às aulas para aprender, mas para cumprir alguns cronogramas para poder exibir o precioso “título” e poder trabalhar como profissionais, é importante cumprir com as áreas específicas de sua profissão e gradualmente eles são deixados de outros aspectos do conhecimento, com o resultado desastroso de que não há hora de comparecer ou receber novas informações.

Há outro fator mais prejudicial: o viés do conhecimento, o condicionamento físico não é levado em consideração; ao escolher a profissão, o desempenho econômico é buscado, devemos também aceitar que vivemos em uma dualidade eterna, conforme determinado por Descartes:

  • Assunto = objeto
  • Alma = corpo
  • Espírito = matéria
  • Qualidade = quantidade
  • Finalidade = chance
  • Sensação = razão
  • Liberdade = Determinismo
  • Existência = Esencia

Deve-se entender que esse é o grande paradigma do Ocidente, é uma separação do sujeito do objeto com uma área de ação para cada um:

  • Filosofia e pesquisa objetiva.
  • Esse paradigma determina uma visão dupla do mundo, mas, na realidade, é um desdobramento do mesmo mundo, por um lado, um mundo de objetos, sujeito a experimentos e manipulações; por outro lado, um mundo de sujeitos considerando o problema da existência, da comunicação, da consciência, de um destino. Assim, um paradigma pode ao mesmo tempo elucidar e cegar, revelar e ocultar. É no seu seio que se esconde o principal problema do jogo da verdade e do erro inducido para manter poder e dominio.

    Para enfrentar esses poderes multimilionários, supranacionais, que tem as organizações Multilaterais como ONU, FMI, CPI, OMS e outras ao seu serviço depende do uso da “Razão” o melhor, do “Raciocinio” determinando que a natureza tem o modelo perfeito, partindo da célula, que no nosso caso, é a Familia, integração da comunidade na base, para ter a chance de reconstruir todo o que eles tem destruido para manter o seu poder na referência da normalidad natural hoje descontrolada e ameaçante.

    Com a iniciativa da EMPORDEM e as Empresas Integradoras cobrindo toda a cidade, com as Redes Comercial, Técnica e comunitária abrem a possibilidade para explorar novas maneiras de transmitir conhecimento.

    É por isso que propomos a necessidade de uma educação integral, tomada como negocio pelas familias, buscando recuperar o seu lugar na educação dos seus filhos, na qual coisas anônimas e materiais se combinem para dar lugar a um novo esquema; Ciência com pesquisa, verificação técnica, entendimento humano e desenvolvimento das artes com áreas de trabalho simultâneo e completo, sempre de maneira intersubjetiva e intercultural, onde os pais, a família, a comunidade imediata e em geral todos os habitantes da cidade são potencializados pelo conceito de integração, lembrando que a educação não termina nem começa, ela sempre existe, enquanto existir o ser humano, isso ele sempre estará aprendendo e ensinando.

    Uma educação em que a natureza é o modelador, aquela que dita as regras e que sua preservação e recuperação têm prioridade nas ações a serem realizadas pelos novos profissionais do futuro, comprometendo cada aluno a se apropriar do objetivo comum na conquista de um novo mundo que seja eqüitativo para todos, baseado em nossa condição de seres racionais.

    O papel do profissional na educação (saber que a educação, mais do que uma profissão, é uma arte para a qual se deve ter uma vocação), tem-se centrado no cumprimento de determinados parâmetros ditados pelas normas estaduais que definem progressivamente o currículo escolar que os jovens devem aprender, seguindo diretrizes determinadas por pedagogos da educação, formados nas Universidades sob a influência dos bilionários que com seu poder determinam o que esses profissionais devem aprender e o que esses profissionais devem ensinar, é um marco para pensarmos em soluções, porque a violência e a destruição do círculo social são evidentes e críticas.

    A educação do futuro deve começar agora, não há tempo a perder e, com o novo milênio chegando à segunda década, o surgimento de novas tecnologias não nos deixa esperar para deixar que os outros ensaiem para nós, devemos abandonar a dependência tecnológica que nos dominou ao longo do século XX e que nos trouxe consequências tão terríveis, devemos parar de discutir nosso próprio dilema e resolvê-lo, temos o que eles tem, unidos teremos recursos, temos engenhosidade e muito valor, além de muitos anos de sofrimento, oprimidos por um conflito que teria sido resolvido se a equidade fosse real entre todos os membros de nossa comunidade.

    Reflexão: Quantas pessoas com habilidades e vocação artística permaneceram nas rotinas de trabalho, vinculadas Devido às suas necessidades de consumo, muitos poderiam se destacar em atividades artísticas como música, canto, pintura, dança, dança e outras artes, a ideia é facilitar o acesso a ela para descobrir esses talentos e ser promovido profissionalmente.

    Conhecer - Pesquisar

    Maestros

    Os professores devem definir as diretrizes para o conhecimento a ser adquirido pelos alunos, mas sem estabelecer limites às suas preocupações ou habilidades, eles nos colocaram o conceito errado de que uma criança da escola primária não deveria saber o que é física quântica e o pior é que o impedem de saber, conhecer casos de crianças com habilidades especiais que passam a ser consideradas cientistas menores de 15 anos, a ideia do OFIR, é que a criança em liberdade desenvolve suas capacidades de aprendizagem sob a tutela de professores , que ensinam como investigar, como classificar ou aplicar o que você aprendeu, muito diferente de memorizar o texto de um livro ou aplicar uma fórmula algébrica complicada determinada por Baldor sem explicar como ou por que esses valores aparecem.

    Entender - Praticar

    Comunidad

    Complementando o trabalho dos professores, os Pontos de Encontro das Comunidades, servem para que a experiência e os saberes dos mais velhos, sejam transmitidos aos jovens de forma prática e variável, todos os seres humanos, temos essa inclinação a Ensinar os mais novos é questão de feromônios, naturais e simples, é o que se utiliza para facilitar a interação de toda a comunidade com os menores por meio do agendamento de visitas diárias a esses pontos de encontro. Essa interatividade permite que os jovens vivenciem coisas novas, apliquem o que aprenderam com seus professores e avancem em novas aventuras no seu dia a dia, evitando a rotina que os mortifica na prática, além de ajudar a produzir para o benefício de suas famílias, é uma parte da formação para o trabalho e sua estruturação como profissional.

    Desenvolver - Aplicar

    Organização Hierárquica.

    O interesse por arte e ciência todos os dias está diminuindo, dadas as condições mercantilistas em toda a estrutura econômica, motivar como negocio aos jovens para entrar nesse mundo sem serem discriminados, deve ser um objetivo da comunidade através de suas empresas, com a certeza de que teremos muita arte e menos mortos.

    As outras atividades em Educação do Gripo de Apoio Social na Gestão Social da Unidade de Trabalho para Administração.

    Jovens PEVI

    A energia da juventude acelera seu pulso com a aventura, seu corpo exige consumir adrenalina, aulas chatas com um professor falando sobre coisas que não lhe interessam, são chatas e cansativas para eles, que querem desafiar o mundo.

    É o seu jeito, e é isso que os traficantes sabem e nisso eles trabalham para enviciar futuros esclavos do seu negocio, propomos estabelecer uma organização do tipo hierárquico, sem ser igual aos escoteiros, se com características semelhantes para incentivar aos jovens, a possibilidade de uma carreira e a oportunidade de se provar em aventura e esforço físico, pero que é totalmente complementaria com o modelo educativo propuesto e que pode ser indefinido no tempo.

    INTEGR-ARTE

    O interesse por arte e ciência todos os dias está diminuindo, dadas as condições mercantilistas em toda a estrutura econômica, motivar como negocio aos jovens para entrar nesse mundo sem serem discriminados, deve ser um objetivo da comunidade através de suas empresas, com a certeza de que teremos muita arte e menos mortos.

    A promoção da arte e da cultura como negócio não oferece hoje muita rentabilidade e os resultados são muito modestos, mas, se aplicarmos a filosofia de integração e com o apoio da Empresa Integradora, são desenvolvidas atividades de headhunting que levam ao sucesso. resultar no final, um negócio lucrativo, além de ser ótimo para a comunidade, tirando os jovens das ruas.

    Recreação

    A diversão, o recreio saudável e o descanso periódico

    permitem-nos estabilizar melhor para cumprir as nossas obrigações rotineiras ao longo do ano, promover a forma de suprir essas necessidades, mantendo a melhor política de preços e consolidando-nos como um negócio que gera receitas ao empresa comunitária são os objetivos, na realidade, seria a rotação do dinheiro a favor da comunidade.

    Vida Sana - Exercício

    Manter-se em boa forma é uma necessidade quase obrigatória para os nossos dias, o desenvolvimento físico é acompanhado por uma estabilidade mental resultante da segurança oferecida pelo programa de integração da comunidade com sua empresa integradora, a Academia, além de fornecer um serviço social, gera emprego e renda para seus proprietários, ou seja, a mesma comunidade que utiliza seus serviços.

    As outras atividades da seção de Gestão Social na Unidade de Trabalho para Administração.

    Apoio Comunitario

    Apoiar as comunidades significa fornecer os meios para que eles alcancem os resultados, pois são destinadas três estratégias fundamentais para um desenvolvimento harmonioso entre os seres humanos.
    • Academia Gym Comunitario
    • Restaurante comunitário
    • Puntos de Encontro

    Proteção

    As famílias com seu trabalho devem garantir seus programas de saúde, recreação e diversão, o que a empresa faz é garantir a coordenação e o funcionamento do estabelecimento que presta esses serviços e, de preferência, que eles pertençam aos mesmos membros da comunidade.

    • Saúde
    • Recreação e Diversão
    • Segurança

    As outras atividades da Unidade de Trabalho para Administração que integram a todo(a)s nas comunidades

    Coordenação Geral de Atividades

    A realização de várias atividades requer uma planejamento, organização e coordenação para fazer tudo funcionar, um grupo da Divisão administrativa é dedicado a essa função de Planejamento, programação, coordenação e gerenciamento de eventos e trabalho a ser realizado na comunidade nas outras divisões.

    • Logistica
    • RRHH.
    • Seguridad

    Adminstração e Controle de Contas

    Qualquer empresa, para ter controle de sua operação, precisa de sua contabilidade atualizada e deve evoluir de acordo com o tipo de negócio ao qual se dedica, no caso dos Integradores Logísticos e da EMPRODEM, são empresas de múltiplas atividades e com inúmeras linhas de conta, um motivo para ter muito cuidado com as contas.

    • Cuentas
    • Gerencia.
    • Juridico

    As outras Unidades de Trabalho da Rede Comunitaria das Redes Paranaguá que integram a todo(a)s nas comunidades

    Unidade de Trabalho de Produção

    Integração Técnica

    Coordena todas as atividades produtivas na comunidade, assistindo as familias em processos de empreendedorismo.
    tem 3 secções:

    • Coordenação,
    • Processos
    • Pessoal.

    Unidade de Trabalho das Soluções

    Gerar Ingressos

    Utiliza mão de obra da comunidade para prestar serviços e comercalizar para gerar ingressos inmediatos usando o proprio consumo, Tem 3 secções:

    • Centro de Profissionais,
    • Centro de Soluções
    • Centros de Serviços.

    Precisamos de divulgação

    Já perguntou porque pagamos para nascer, viver e até morrer? Também nos classificam de acordo com o dinheiro que temos, obrigando-nos a trabalhar para consumir o que nos impõem com a publicidade dos seus media e até cobram nós por administrar nosso dinheiro.

    Esse “Sistema” estabelecido há muitos séculos, escraviza-nos impondo um mito, como o dinheiro, como “meio de produção” através da “Usura”. Porque o permitimos sem fazer nada, não somos racionais?

    Se nos unirmos como empresas para produzir e consumir entre nós, usando o dinheiro apenas como instrumento de troca, podemos conter esse absurdo que nos escraviza. “O Sistema” como com a Internet perderam o controle sobre o conhecimento que durante séculos foi seu instrumento de dominação, querem voltar ao tempo das cadeias, dominando-nos ainda mais com sua ideia “globalista” de um salário universal com identidade controlada concedida por governos totalitários, com um mundo sem fronteiras e dinheiro virtual que administram. Não são teorias da conspiração, são fatos reais contra os quais devemos nos defender.

    Vamos reagir

    O motivo indica que unidade é força, por isso o convidamos a participar com o que você tem, incluindo conhecimentos e experiências para criar uma inteligência coletiva que nos possa libertar de laços desnecessários. Você pode participar como Afiliado, Associado ou como Parceiro, colaborando para a implantação das empresas em sua família e comunidade.

    A opção de mudar depende de nós mesmos

    Este é um convite para aderir a esta iniciativa que é para benefício de todos, não investirá o seu dinheiro connosco, mas sim na sua empresa familiar que se integra na sua comunidade seguindo o modelo que os insere na estrutura que o COCOGUM Contribui com suas Redes Técnicas para produzir, Comunal para administrar e Comercial para vender o que produz. Precisamos divulgar a proposta, você pode nos ajudar nisso, veja toda a explicação e entenderá a dimensão, se puder nos ajudar agora, alcançaremos os objetivos mais rapidamente para o benefício de todos.
    info@cocogum.org – Whatsapp 55 (11) 9 4823 9304 – Gustavo Mejía Quintero – Movimento Cocogum-Rational / Redes
    plugins premium WordPress